:: Faça sua lista de casamento conosco ::

Antonio Peticov


Antonio Peticov nasceu em Assis, São Paulo, em 1946. Ainda no início da adolescência, Peticov descobre sua vocação para a arte e se aprofunda na busca de informações para delinear sua identidade e linguagem artísticas. Autodidata, o artista plástico desenvolve uma produção diversificada, entre pinturas, gravuras, desenhos, murais, esculturas e instalações. Em suas obras lida frequentemente com conceitos da física e da matemática, relacionados ao espectro de cores e luz, e se aproxima do mundo da música. Seu universo pictórico é bastante próprio, singular e muitas vezes repleto de simbolismos.

Durante as décadas de 1970, 80 e 90 residiu em Londres, Milão e Nova Iorque, retornando ao Brasil em 1999. Em sua carreira artística, Peticov fez parte de uma série de exposições, coletivas e individuais, no Brasil e exterior. Participou também de diferentes edições da Bienal Internacional de São Paulo, expôs em importantes museus e espaços, como MAM-SP, MASP, MuBe, Casa das Rosas e em diversas galerias de arte.

Entre outros projetos, fez instalações como Balli Ballet (1982), em Cloudwalk Farm, Connecticut, e The Big Ladder - Scala Cromatica (1983), para a New York Art Expo, nos Estados Unidos. Em 1989, o artista apresentou o Projeto Natura - Rio Pinheiros na 20ª Bienal Internacional de São Paulo, prevendo o plantio de várias espécies de árvores ao longo do rio Pinheiros, em São Paulo; em 1992, criou o Projeto Bosque Natura, para a Conferência da Organização das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento, no Rio de Janeiro. Em 1990, realizou o mural Momento Antropofágico com Oswald de Andrade, instalado na estação República do metrô de São Paulo, em homenagem ao centenário do escritor. Em 2003, é lançado o livro Trabalhos Escolhidos, juntamente com a exposição no Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (MASP).